Contactos
   
Ligações
   
Pesquisa
   
Mapa do Site

2020

Abertura do concurso público para a abertura do canal do SMM na Baixa de Coimbra (Via Central)   20/02/2020

A Metro Mondego lançou o concurso para a empreitada de abertura do canal na Baixa de Coimbra que permitirá a execução da Linha do Hospital do Sistema de Mobilidade do Mondego

A abertura desta via estruturante, que ligará a frente de rio à Rua da Sofia, é o culminar de vários Planos Urbanísticos desenvolvidos desde os anos 20 do século passado, e enquadra intervenções previstas quer no “Estudo de Integração Urbana do Sistema de Mobilidade do Mondego” quer no “Documento estratégico para a 1ª Unidade de Intervenção na Cidade de Coimbra” (Área de Reabilitação Urbana – Baixa de Coimbra).
Por essa razão, o projeto do SMM, para além do contributo fundamental para gerar um novo paradigma de mobilidade mais sustentável na cidade e na região, apresenta também um papel ímpar para a requalificação urbana desta área central e histórica da cidade de Coimbra.
Este processo, desenvolvido em estreita parceria com a Câmara Municipal de Coimbra, corresponde a um investimento de 3,5 milhões de euros, prevendo a reconstrução de vários imóveis e a construção do edifício-ponte na Rua da Sofia, da autoria do Arquiteto Gonçalo Byrne, que irá permitir a passagem do Metrobus.
No que concerne aos imóveis a reconstruir irão manter-se as fachadas que dão para as ruas existentes (Travessa da Rua Nova e Rua Nova), sendo recuadas as que constituem a nova frente, assegurando-se as dimensões necessárias para a inserção do canal. Após a conclusão das obras, que se prevê durarem 23 meses, ficarão disponíveis 2 edifícios, com uma área de construção de cerca de 2.600 m2, destinados a comércio, restauração, serviços e habitação.
A Linha do Hospital, onde esta empreitada se insere, faz a ligação da zona da Baixa de Coimbra e da Linha da Lousã à zona de Celas, onde se localiza um importante complexo de saúde, integrando os HUC, o IPO, o Hospital Pediátrico, as Faculdades de Medicina e de Farmácia, bem como vários Institutos de Investigação e outros equipamentos de saúde, com uma importância estratégica para a cidade e a Região.
A cerimónia contou com a presença, entre outros, do Secretário de Estado das Infraestruturas, dos presidentes das 3 autarquias envolvidas no projeto e dos Presidentes da IP, Metro do Porto e CCDR-C.

 

DSC02224.jpg
voltar